Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Pontevedra em Francês: Communion réparatrice des premiers samedis du mois

O Segredo de Todos os Segredos, clique aqui! Fatima: Communion réparatrice des premiers samedis du mois « Dis que tous ceux qui, pendant cinq mois, le premier samedi, se confesseront, recevront la sainte Communion, réciteront un   chapelet, et me tiendront compagnie pendant quinze minutes, en méditant sur les quinze mystères du Rosaire, en esprit de   réparation, je promets de les assister à l'heure de la mort avec toutes les grâces nécessaires pour le salut de leur âme. » Notre Dame de Fatima à Sœur Lucie le 10 Décembre 1925[1] Résumé Notre-Dame et Notre-Seigneur ont promis le salut à tous ceux qui, pendant cinq mois, le premier samedi du mois: se confesseront en disant au prêtre le faire en réparation des offenses faites à Marie (cette confession peut être faite antérieurement) recevront la sainte Communion en pensant le faire en réparation des offenses faites à Marie (cette communion peut être faite le dimanche postérieur avec l'accord préalable d'un prêtre) réc

Pequeno Tratado da Irmã Lúcia Sobre a Natureza e Recitação do Terço

Pequeno Tratado da Irmã Lúcia Sobre a Natureza e Recitação do Terço Mais antiga que a reza do Terço é a luz do sol, e eles não querem deixar de beneficiar do seu brilho e calor; mais antigos são os salmos, e eles, assim como as orações que constituem o Terço fazem parte da Sagrada Liturgia. A repetição das Ave Marias, Pai Nosso e Glória, é a cadeia que nos eleva até Deus e a Ele nos prende, dando-nos a participação da Sua Vida divina em nós, — como a repetição dos pedacinhos de pão, de que nos alimentamos, nos sustenta a vida natural; e não achamos a isso coisa antiquada!           A desorientação é diabólica! Não se deixe enganar. " Precisamos rezar o Terço todos os dias. É a oração que Nossa Senhora mais recomendou, como que prevenindo-nos para estes dias de campanha diabólica em contra! Sabe o demônio que é pela oração que havemos de nos salvar; e arma-lhe a campanha em contra, para nos perder... É falso o que dizem, de que não é litúrgico: As oraçõ

Irmã Lúcia e o Terceiro Segredo

  A Irmã Lúcia foi silenciada e o Terceiro Segredo de Fátima foi ocultado, em 2010 o segredo enfim apareceu enviado de Portugal e em 2016 no dia da Imaculada Conceição, 8 de dezembro, foi finalmente creditado como autêntico por uma equipe de especialistas do mais alto gabarito em grafologia da Espanha-Madrid. Silenciando a Irmã Lúcia e o Terceiro Segredo de Fátima  Embora tivesse apenas 10 anos naquela altura, Lúcia dos Santos era a mais velha dos três pastorinhos que assistiram às aparições de Fátima em 1917. Lúcia foi a única que falou com a Virgem, fazendo-lhe perguntas e respondendo a outras que Nossa Senhora lhe fazia. Depois da aparição de 13 de Maio, Lúcia e os seus primos mais novos, Francisco e Jacinta Marto, concordaram uns com os outros não contar nada a ninguém. Atenção indesejada Mas Jacinta, de apenas sete anos, não conseguiu conter a sua excitação a respeito da primeira visão, e falou dela à mãe. A notícia espalhou-se depressa por toda aquela pequena comunidade ru

Os Episódios Maravilhosos de Fátima - Manuel Nunes Formigão

O apóstolo de Fátima, sem dúvida o maior e mais importante, foi o "Visconde de Montelo", pseudônimo do cônego Manuel Nunes Formigão, mais conhecido e citado como "dr. Formigão", laureado em Teologia e Direito Canônico, devoto do “milagre” de Lourdes, onde se comprometeu, “aos pés da Virgem, a divulgar a devoção mariana em Portugal”. Considerado “uma trombeta de Deus” pelo arcebispo D. Manuel Mendes da Conceição, era tratado como o "apóstolo de Fátima", e mesmo, imagine-se, como o “quarto ‘pastorinho’ de Fátima”. Sob o pseudônimo de "Visconde de Montelo", o dr. Formigão escreveu vários livros para edificação dos milagres da Cova da Iria, nomeadamente: As grandes maravilhas de Fátima(1927); Fátima, o Paraíso na Terra(para ajudar na construção da primeira basílica); A Pérola de Portugal(1931); Fé e Pátria(1936). É significativo o que sobre ele escreveu o segundo bispo de Leiria, D. João Pereira Venâncio: Através da sua ação e da sua pena ao serv